18/12/2008

DJ – A arte de estar Mixando.




Tomatti:
Ta, eu sei. A gente sumiu. E por um bom tempo. Ficou com saudade né?

Tudo bem, a gente não liga.

Porém, tudo tem um lado bom. A gente fez novas incursões por aí e tem sempre novas historinhas na manga pra contar.
Agora eu to aqui pra falar dos caras que fazem a festa. Dos rapazes.moças que fazem mágica nos toca-discos e inspiram todo o bailinho à balançar o esqueleto. Aqueles que dão trilha sonora à toda a azaração. Os DejÓta!!!!! Aposto que cê deve estar pensando a seguinte frase: “Porra, Rafaé. Ser DJ é só tocar uma música atrás da outra né, seu safado?”

A resposta é não.

Em primeiríssimo lugar, safado é o teu pai que eu mesmo vi ontem comprando Uísque de 10 reau pra gastar com prostituta de 15. Em segundo lugar, ser DJ é mais que tocar uma atrás da outra (música, seu sujo. Música).Não esperem um manual básico de como tocar num bailinho nas próximas linha, porque se você quer ser DJ, por favor, vá procurar o Marky... Mwahahahahaha... Pra tocar essa merda, tem que prestar atenção numa porrada de coisa. No bpm (beats per minute) da música seguinte, na harmonia da música atual, no naipe de som do set todo, nas gostosas que pagaram 5.000 doletas pra ficar no backstage, na tesuda frita querendo entrar na caixa, se preocupar se é a décima ou décima quinta dose de vodka que tá vindo ali, ou seja, ser DJ é glamour.
E não pense que qualquer um é capaz de levar o bailinho ao delírio. Vou estar relacionando abaixo alguns nominhos memoráveis: Dedex (esse arrombadinho tem 13 anos e já fode a mente alheia), Surya, Ranty, Camilo Razuk (Star Track), Re Dupre, Rodrigo Leal, Akasha, K.I.T.T.Y, Adriana, Mody.

Claudecir:
Enfim... disquejÓquei é uma ocupação rentábléu, estábléu (só se vc for bom é claro), inscribléu e bacanuda. Vc ainda verá em seus roles um monte de flyer com uns fódissentos nomes no line-up, gente que vc nunca ouviu falar que tocaram em festas que vc tbm nem tem pista de quando rolou. Mas quando vc ver um nome que se repete, pode ter certeza que esse ta decolando na carreira (ih tu penso bestera que eu sei), afinal pouquissimos DJs podem se dar a putaria de dizer:

“... eu só preciso tocar em uma festa por noite/semana/mês pra viver mimimi nhénhénhé” =P


Agora se vc encontrar a gente nessas festas, HA! Fica tranqüilo no mamilo, fique suave na nave... que a gente já ta nessa fulerage faz tempo.
Corre com a gente que é sucesso!


( o arrombado do eskimo denovo...)

and...


(é pura arte mágica nus toca disco!)

6 comentários:

Renato disse...

ae putada... belos nomes citados hein!! bom... vcs tão carecas de saber q temos o gosto parecido neh!! ;) hã hã hã pegaram o trocadilho!??!!? afff bom... eu só fiquei meio assustado com o Camilo Razuk... mas logo descobri q é nosso qrido tiozão do churrasco!!! ele é foda msmo!!! fritamentes do kraio!!! kkk abraço negada!!

Carol Terres disse...

Có-ração, só sei de uma coisa: Sábado eu fui numa formatura e o dejota tocou funk antes de todo mundo está suficientemente bêbado e 2h da manhã tocou beriraubaubauberidarúcundal, beriraldaldal (Garota nacional).
Ou fazem um CRDJ, ou parei com essa gente que não é de Deus...

Manifeste a Revolta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manifeste a Revolta disse...

Eu até tendo comentar "á" altura, mas fica difícil! HAHAHAHAHA

Manifeste a Revolta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Linha Vermelha disse...

Blog velho...num tem nada de novo pra ler!! hahahahahahaha

beijin estaladin